Nos 435 anos de João Pessoa, Luciano Cartaxo entrega pioneiro Centro de Educação Integrada (CEI) e amplia número de crianças em ensino integral na Capital

Flávio Asevêdo

Os pessoenses estão comemorando, nesta quarta-feira (5), os 435 anos de história da Capital paraibana e o prefeito Luciano Cartaxo entregou, nesta manhã, o Centro de Educação Integrada (CEI), mais um equipamento que simboliza o futuro que a atual gestão vem preparando desde 2013 para a cidade. Com foco na preparação das novas gerações para um desenvolvimento mais promissor e com mais oportunidades, o pioneiro complexo educacional, orçado em R$ 12,8 milhões, é uma estrutura ainda inédita no Estado, que promove a ampliação do ensino integral a milhares de alunos de oito escolas da rede municipal localizadas no bairro de Mangabeira, com atividades no contraturno das aulas regulares, oferecendo mais educação, esporte, cultura e lazer.

“Estamos comemorando uma data histórica para João Pessoa, uma Capital humana, acolhedora, criativa e sustentável. Em uma data como esta, não poderia deixar de ofertar mais um presente ao nosso povo e à educação. Entregamos o CEI, um complexo de educação que vai transformar a vida de milhares de crianças. É um investimento muito grande dentro da revolução que estamos trazendo para o futuro de João Pessoa, fazendo com que a gente chegue a 40% de nossas crianças com ensino em tempo integral”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

O CEI oferecerá, diariamente e simultaneamente, mais de 30 oficinas em diversas áreas aos alunos matriculados nas escolas da rede municipal em Mangabeira e Cidade Verde. No espaço, existe salas de línguas, como português, inglês e espanhol, de matemática, literatura e artes, biblioteca, auditório, telecentro, sala de corpo e movimento, de dança, de música, robótica, e multimídia. O complexo também conta com uma horta e salas de educação ambiental e de práticas ecoalternativas.

As atividades acontecerão no turno oposto às aulas dos alunos, ou seja, pela manhã o aluno assiste aula regular na unidade de ensino de origem e a tarde vai para o CEI, onde participará das oficinas. Já quem estuda no período da tarde na escola de origem, frequentará o CEI no turno da manhã. Dessa forma, as crianças terão todo o dia ocupado com atividades educacionais, culturais, esportivas e de lazer. “No final da manhã ao acabar as aulas nas escolas, os ônibus pegam os alunos e trazem para o CEI, onde eles almoçarão e, em seguida, passarão por uma série de atividades. Quem estuda a tarde, inicia o dia no CEI, e após almoçar, é levado pelos ônibus escolares para suas escolas”, explicou Luciano Cartaxo.

Além das salas e laboratórios onde ocorrerão as aulas e oficinas, o novo equipamento educacional é dotado também de ginásio poliesportivo e campo society, refeitório, cozinha industrial, área de atividades lúdicas, playground e Academia da Terceira Idade (ATI), além de um bloco administrativo. O CEI está localizado entre as ruas José Marcone Ramos da Silva e Irene Maria de Lira, no Cidade Verde.

RECOMENDADO PELO GOOGLE:

Deixe uma resposta