Waldson Souza desiste de delação premiada e pede extensão de Habeas Corpus

O ex-secretário dos governos João Azevedo e Ricardo Coutinho, preso durante a 7ª fase da Operação Calvário, Waldson Souza, aparentemente desistiu de um acordo de colaboração com o MPPB e ingressou hoje (19) com pedido de extensão do Habeas Corpus mantido para o ex-governador (também preso na Operação Calvário), Ricardo Coutinho (PSB).

Com a movimentação processual, imagina-se que boa parte dos avanços que teriam ocorrido durante a prisão do ex-auxiliar tenham voltado para a estaca zero.

Deixe uma resposta