TJ entende que caberá a Justiça Comum decidir quem ocupa a 27ª cadeira na CMJP; tese favorece posse de Marcílio

O Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba decidiu, por maioria, que a competência de julgar a posse do próximo vereador titular da Câmara de João Pessoa é da Justiça Comum do Estado. Ao todo 11 desembargadores seguiram integralmente o voto do relator, Des. Leandro dos Santos. 


Divergiram os desembargadores Joás de Brito e Arnóbio Alves, tendo como abstenção o desembargador José Aurélio. 

Com esta decisão a tese que vem sendo fortalecida é a de posse o suplente, Marcílio, tendo em vista que em seu voto o Desembargador, Leandro dos Santos, entendeu pela constitucionalidade do Art. 112, Parágrafo Único da Lei Eleitoral, observando-se a necessidade de o titular do mandato ter atingido a cláusula de desempenho para que possa ser empossado.

RECOMENDADO PELO GOOGLE:

Deixe uma resposta