TJ adia julgamento de agravo e CMJP segue com vaga indefinida; desembargadora se averbou sob suspeição


A Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) acabou não apreciando, na manhã hoje (28) o Agravo de Instrumento que tratava sobre a decisão que suspendeu a posse, na Câmara Municipal de João Pessoa, do suplente de vereador Carlão do Cristo (PROS).

O motivo foi que a desembargadora, Maria de Fátima Bezerra Cavalcanti se declarou sob suspeição e cabe agora ao TJ convocar outro Desembargador para julgar o caso ao lado dos demais integrantes da Turma.

A relatoria do recurso é do desembargador Leandro dos Santos.

A posse foi suspensa por decisão do juiz Gutemberg Cardoso Pereira, da 3ª Vara da Fazenda Pública da Capital, nos autos de uma Ação de Tutela Inibitória, com Obrigação de Fazer.

RECOMENDADO PELO GOOGLE:

Deixe uma resposta