Ricardo Coutinho insiste no linguajar violento ao justificar mais de 30 processos

Depois de afirmar que direitos e garantias individuais não são respeitados no Brasil e criticar o que chama de espetacularização das operações policiais, o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), voltou a mostrar um linguajar nada pacífico ao tentar justificar os mais de 30 processos movidos contra pessoas que fizeram postagens associando sua pessoa a Operação Calvário.

“Eu não vou pro meio da rua trocar bala com alguns desqualificados que gostariam que eu fosse, eu não vou fazer isso. Agora eu tenho que acreditar na justiça. Se tem uma acusação você tem que provar”, declarou em entrevista a TV Tambaú, ao enfatizar mais de 30 ações na justiça ajuizadas contra populares, agentes políticos e jornalistas.


Deixe uma resposta