Maria Laura, comprou sítio em Santa Terezinha onde recebeu Livânia Farias com malotes às vésperas da eleição

A ex-servidora da Procuradoria Geral do Estado, Maria Laura Caldas Almeida Carneiro, presa na última terça-feira, na quarta fase da Operação Calvário, comprou um sítio na zona rural de Santa Terezinha. Às vésperas da eleição do ano passado,  final do mês de setembro, a ex-secretária Livânia Farias , por duas vezes esteve no sítio com dois malotes, lacrados com cadeados, se dirigindo logo para o quarto da casa de Maria, onde as duas ficaram por cerca de uma hora.

As revelações foram feitas pelo caseiro do sítio, ouvido pelos promotores do Gaeco, do Ministério Público da Paraíba. “Que já viu Livânia Farias 02 vezes no sítio Catingueira, que as duas vezes na mesma semana, que foi mais ou menos duas semanas antes da eleição; que ela chegou com 02 malotes, que eles eram pretos, e tinha no meio um negócio de plástico, que não tinha nada escrito; que eram de napa; que em cima tinha dois cadeados segurando dois rrir-rris (laço); que estava absolutamente lacrado; que ela chegou com os malotes e entrou na casa com eles, que foram para o quarto de Laura, que chegaram e foram direto para lá”, disse a testemunha.

Deixe uma resposta