Servidores públicos X políticos: PGR revela quem delata mais com exclusividade ao Blog do Janildo


A Procuradoria Geral da República (PGR), em Brasília, revelou dados exclusivos ao Blog do Janildo sobre os acordos de colaboração (delação premiada) realizados até hoje (10) entre servidores públicos e o Judiciário.

Procuradoria Geral da República, Brasília/DF

Os dados são resultado de uma pesquisa minuciosa no Sistema de Monitoramento de Colaborações (Simco) solicitada pelo Blog. Dados anteriormente divulgados davam conta que 70% dos acordos de delação premiada eram feitos por empresários, já os políticos respondem apenas por 2,3% dos acordos. Quanto aos números dos servidores públicos, estes até agora eram desconhecidos.

Sendo assim, vamos aos números:

  • Sociedade de economia mista: 7 colaboradores
  • Autarquia: 4 colaboradores
  • Subsidiária integral de sociedade de economia mista: 4 colaboradores
  • Órgão estadual: 4 colaboradores
  • Órgão federal: 2 colaboradores
  • Órgão municipal: 2 colaboradores
  • Empresa Pública: 1 colaborador

Se considerarmos os números totais, temos o percentual de 11,1% de acordos de delação firmados por servidores públicos. Um número bem maior que o de políticos (2,3%). Quando isolamos o número de servidores públicos estaduais este percentual cai para 1,8%. Já servidores públicos municipais são em geral silenciosos, correspondendo apenas a 0.9% das delações.

Claro que para estes números representarem de fato a “resistência” dos réus, era necessário ter o mesmo número de presos de todas as categorias, mas ainda assim é possível ter uma ideia de “quem delata mais”.

Deixe uma resposta