Após “sucesso” na entrevista de Lula, será que Livânia também poderia falar?


O jornalismo sempre está se reciclando e após a decisão do jornal Folha de São Paulo de “brigar” na Justiça por uma entrevista do ex-presidente, Lula, condenado por crime de corrupção passiva e ocultação de patrimônio, restam algumas perguntas:

1) O direito que assiste ao ex-presidente também ampara outros detentos?

2)  Aqueles que se encontram em prisão domiciliar também poderiam gravar entrevistas?

3) A ex-secretária de Administração do Governo da Paraíba, Livânia Farias, também pode falar?

Curioso perceber que alguns dos que defendem veemente a entrevista de Lula, ruborizam só de imaginar um vídeo de Livânia.

Deixe uma resposta