Prefeitura de São Mamede é alertada pelo Tribunal de Contas por irregularidade em gasto com educação

Com o aumento da transparência e do controle público, os olhos dos órgãos de fiscalização estão voltados para as incoerências e irregularidades de algumas prefeituras municipais na gestão de recursos públicos, a exemplo das detectadas na prefeitura de São Mamede, que recebeu mais um alerta do Tribunal de Contas da Paraíba por baixo investimento em educação. 

De acordo com dados do Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (SIOPE), o índice apresentado pelo município no 3º bimestre de 2020, de acordo com foi de 24,91% no município, sendo que pela Constituição Federal o mínimo que deve ser aplicado é de 25%.

O aviso do TCE-PB é um alerta à gestão de Umberto Jefferson (DEM) e de tantas outras gestões municipais pelo País afora, que precisam aprender a entrar na linha e gastar os recursos públicos da maneira correta: com saúde, educação, cultura, segurança, sem sequer pensar por um segundo em utilizar tal verba em benefício próprio. Até porque o Gaeco já mostrou que não dorme. 

Cuidado, prefeitura de São Mamede, que a próxima operação pode ser aí.

RECOMENDADO PELO GOOGLE:

Deixe uma resposta