Que tirem as tornozeleiras…

Nada justifica as manifestações bizarras de solidariedade que a prefeita do Conde, Márcia Lucena, vem recebendo nos últimos dias. Trata-se de uma tentativa descarada de criar a falsa narrativa de perseguição política das elites contra uma gestora eficiente e humana. Tudo baboseira! A verdade é que Márcia é acusada de praticar atos de corrupção pelo Ministério Público da Paraíba, em meio a vasto material probatório.

Tentam “esconder” que dinheiro da Saúde e da Educação era drenado dos cofres públicos para alimentar campanhas políticas, enquanto milhares morriam no Hospital de Trauma. Fingem ignorar o número pornográfico de escolas fechadas e superfaturamentos descarados para sobrar dinheiro pra propina, tudo sob a supervisão de um governo doente que mentiu 8 anos usando métodos pouco ortodoxos no trato com a mídia.

Não adianta amigos, auxiliares, militantes e o próprio pai da prefeita fingirem estar usando uma tornozeleira eletrônica. Márcia está cumprindo tais medidas pelo simples fato da Justiça do seu Estado entender que solta e sem monitoramento ela poderia continuar delinquindo ao lado dos demais acusados de integrar a organização criminosa que roubou dinheiro público e foi flagrada nas mais de 1.000 horas de áudios de Daniel Gomes da Cruz Vermelha.

Vivemos em uma sociedade doente, que tenta glamourizar a corrupção e se nega a enxergar os cadáveres deixados para trás por conta de um serviço de saúde deficiente ou mesmo os jovens que saíram da sala de aula e desaguaram no crime, após tantas escolas serem fechadas. O Conde deveria ter vergonha de Márcia. Nós deveríamos ruborizar diante de uma classe política prostituída, que jamais visou o povo – só pensa em quanto vai colocar no bolso.

Que tirem as tornozeleiras…. E voltem pra prisão.

RECOMENDADO PELO GOOGLE:

1 comentário em “Que tirem as tornozeleiras…

Deixe uma resposta