Conselheiros do TCE negam terem sido chantageados; dossiês precisam aparecer

Em nota enviada à imprensa na noite desta quarta-feira (11) os Conselheiros do TCE-PB classificaram como mentira deslavada informações prestadas em delação premiada pelo ex-diretor da Cruz Vermelha/RS, Daniel Gomes que falou em dossiês encomendos e apresentados para chantagear as autoridades.

NOTA PÚBLICA

Os conselheiros do TCE-PB, estupefatos com a informação de que foram vítimas de dossiê criminoso encomendado por integrantes de ORCRIM, alvo de apurações no âmbito da “Operação  Calvário”, com o alegado objetivo de intimidar a ação fiscalizatória deste Tribunal, refutam e repelem, com veemência, as espúrias insinuações de terem participado de suposta reunião na qual teria sido apresentado o mencionado material. Mentira deslavada!

Ao reafirmar o compromisso do zelo com o patrimônio público e incondicional e contínuo apoio ao combate à corrupção, os membros do TCE exigem rigorosa e célere apuração dos fatos veiculados na denúncia ofertada pelo MP-PB, com a consequente condenação dos responsáveis pelos atos delituosos.

 Por fim, considerando a gravidade dos fatos descritos, todas as providências jurídicas cabíveis estão sendo adotadas em defesa da instituição Tribunal de Contas da Paraíba.

Opinião do blog – É hora de contar tudo e mostrar o que supostamente os conselheiros temiam. 

RECOMENDADO PELO GOOGLE:

Deixe uma resposta