Ricardo Coutinho tinha razão de não confiar em Lígia?

Apesar dos incontáveis desvios legais e morais (todos detalhados pelas investigações do MPPB, CGU e PF), supostamente cometidos pelo ex-governador, Ricardo Coutinho (PSB), de uma coisa ele tinha razão – não dava pra confiar na sua vice!

A maior demonstração da inconfiabilidade da vice-governadora, Lígia Feliciano e de seu esposo, deputado Damião Feliciano (ambos do PDT), foram recentes declarações em que o parlamentar fala que deputados estaduais estariam planejando um golpe para derrubar Lígia e Azevedo. Damião deixa transparecer nas entrelinhas que o problema não seria necessariamente tirar o governador, mas sua esposa. A “escorregada” foi inclusive tratada pelo deputado estadual, Cabo Gilberto.

Damião e Lígia sabem que o atual governo também é alvo da Operação Calvário e intimamente torcem para que o processo que tramita no STJ resulte “apenas” na perda do mandato do governador, mas para que isso aconteça seria preciso que as investigações tratassem apenas dos atos do governador e não do suposto esquema de recursos desviados da Saúde e educação que o trouxeram  ao Poder. Afinal se falarmos em eleições, toda chapa estaria contaminada (em tese).

RECOMENDADO PELO GOOGLE:

Deixe uma resposta