Justiça decreta ilegalidade da “greve” dos policiais


O desembargador, Leandro dos Santos, deferiu liminar requerida pelos procuradores do Governo do Estado da Paraíba para declarar ilegal a greve dos policiais. A medida foi tornada pública na noite de quarta-feira (19) em plena noite das Muriçocas do Miramar (maior bloco de rua do pré-carnaval pessoense).

“Defiro a MEDIDA LIMINAR requerida, para declarar ILEGAL qualquer movimento de caráter paredista que envolvam as forças policiais do Estado da Paraíba, sejam paralisações ou deflagrações de greve.

Em caso de descumprimento da medida liminar determinada, que passa a ter efeito a partir do momento de cada intimação, fica fixada uma multa, diária, no valor de R$ 500,000,00 (quinhentos mil reais), para cada entidade promovida, além de uma multa pessoal, diária, no valor de R$ 300,000,00 (trezentos mil reais) para os membros da diretoria de cada entidade promovida”, diz a decisão.

RECOMENDADO PELO GOOGLE:

Deixe uma resposta