Caso Santiago e minha visão: se fosse bandido, gostaria de ser deputado

Que se danem as Leis! O Judiciário só serve para condenar os pobres mortais como nós ou membros do Executivo em raríssimas ocasiões. Mais uma vez a Câmara Federal mostrou sua sua vocação cleptocrata decidir o futuro de um parlamentar flagrado com a boca na botija.

Não se trata de nada pessoal contra Wilson Santiago, mas a grande verdade é que este senhor deveria ter vergonha de se apresentar como representante do povo paraibano.

Wilson não me representa e hoje resta o pequeno consolo de que apenas dois deputados da Paraíba foram contra este salvo conduto para malandros engravatados, Pedro Cunha Lima e Ruy Carneiro – os únicos!

Como diria colega José Nêumanne, se eu fosse bandido, queria ser deputado! (E ser julgado pelo STF).

RECOMENDADO PELO GOOGLE:

Deixe uma resposta