O despudor dos envolvidos na Calvário impressionaria até o Palhares (canalha dos canalhas)

Nelson Rodrigues, um dos mais influentes dramaturgos do Brasil, tinha um personagem em especial que me encanta, trata-se do Palhares. Canalha assumido, o personagem revelava sem pudor tudo que fazia com um único objetivo – pagar mulher.

Nelson dizia que sentiríamos falta do Palhares… Se sentimos ou não é discutível, mas a verdade é que o despudor de Palhares tinhas seus limites morais (poucos na verdade), mas tinha. O que vem sendo revelado nas investigações do GAECO no âmbito da Operação Calvário deixaria Palhares de queixo caído. Especialmente pelo despudor com que os envolvidos tratavam o erário. O “canalha honesto” de Nelson Rodrigues ficaria horrorizado com a lama que vem escorrendo nos últimos dias.

Que as verdades do ex-secretário Ivan Burity venham à tona e que todos possamos ver o desfecho desse conto rodrigueano que vem deixando todos de cabelo em pé. Os próximos capítulos estão sendo escritos pelo MPPB. Superar a dramaturgia de Nelson rodrigues não é missão fácil, mas há quem aposte que a realidade é sempre mais surpreendente que ficção.

Deixe uma resposta