Exclusivo: ouça e leia os diálogos NA ÍNTEGRA entre Ricardo Coutinho e Daniel da Cruz Vermelha

Em escutas ambientais, produzidas pelo próprio Diretor da Cruz Vermelha Brasileira, Filial Rio Grande do Sul (CVB/RS), Daniel Gomes, e entregues ao MP em delação premiada, o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho aparece em diálogos nada republicanos.

Leia alguns trechos transcritos pelo MPPB e peça encaminhada a Justiça e abaixo ouça os áudios completos na íntegra.

RICARDO: Certo, e esse adiantamento você vai me fazer…

DANIEL: O adiantamento eu faço pro senhor logo. Aí de repente o se…, a gente dando tudo certo aqui Governador, a gente também não tem muito problema… se o senhor tiver precisando, mas a gente dá um jeito de antecipar, mas a princípio, eu… minha programação era pra Novembro. Pra fazer o adiantamento. Já tá lá na minha conta isso já. Agora aqui governador, eu, é custo, eu não estimei nada de,,, de retorno, não sei se o … como é que o senhor quer fazer aqui, que  Mamanguape que a gente até hoje não tem nada né?

RICARDO: É.

DANIEL: No Trauma nosso valor é 380 atualmente, que a gente repassa por mês.  Não sei se o senhor queria que fizesse uma regra de três a incluir isso aqui. Que não chegou nem a incluir 100%, porque parte até, eu já tinha até um resíduo aqui de uns 50 e poucos mil que tá sobrando desse valor aqui, eu só arredondei porque sabia que esse número aqui eu já… é um número que eu(interrompido)

RICARDO: É, chegar a…

DANIEL: Acho que pelo menos uns 200 ou 300…

RICARDO: É…

DANIEL:…acho que caberia.

RICARDO:  acho melhor…

DANIEL: Se o senhor me autorizar eu refaço isso daqui pra CLÁUDIA lhe apresentar o número…

RICARDO: Certo, faça isso.

DANIEL: Tá?

RICARDO: Faça isso

DANIEL: Botar, botar pelo menos 200, que aí acho que, acho que dá. Se eu conseguir colocar um pouquinho mais eu lhe aviso.

RICARDO: Tá.

DANIEL: O número vai ficar em oito e duzentos, oito duzentos e cinquenta, tá? Aí o custo de nota fiscal eu seguro, não tem problema… tá? (grifos nossos)

(45m55s)

DANIEL: Tá bom! Última coisa que eu fiquei de ver com o senhor hoje foi o negócio do repasse do investimento e do destino. O do repasse de 10% do valor. O senhor ficou de me dizer se eu passo pra LIVÂNIA ou se faço com alguém.

RICARDO COUTINHO: Como é que… quando é que seria isso?

DANIEL: Então GOVERNADOR, hoje eu tô com 1.5 disponível, tá? Tá no Rio. Eu vou dar um jeito de trazer pra cá como o senhor me pediu, tá? O outro 1.5 eu acho que… enfim… no início de janeiro. (Você) me pediu que era até dezembro, (mas) como atrasou o contrato eu tô adiantando de outras fontes aqui. Não vai ser do investimento, que ainda vai demorar muito.

RICARDO COUTINHO: LIVÂNIA tá sabendo?

DANIEL: Não!

RICARDO COUTINHO: Então você poderia ver com CORI.  

DANIEL: Vejo com CORI, direto? Eu vou dar um jeito de me encontrar com ele amanhã então, tá? Fechado? Eu já tive com ele hoje, eu ligo pra ele agora e faço.. Qualquer coisa eu já combino com ele, tá?

DANIEL: O mensal depois do contrato… o senhor me define se esse também  mensal segue com ele… por outro caminho… ou se vai por LIVÂNIA. Depois o senhor pensa.

RICARDO COUTINHO: Segue com ele!

RICARDO COUTINHO: E ele(CORIOLANO) vai conversar com você acerca dos serviços né… dos serviços… do…

DANIEL: Os serviços que o senhor tiver, tá à disposição!

RICARDO COUTINHO: Dos serviços!

DANIEL: Alguma coisa que tiver pros serviços… é o que… o pessoal sentar caso a caso, ver quem é parceiro quem não é parceiro, pra gente poder negociar pra poder funcionar.

RICARDO COUTINHO: Não e… evidentemente.. quando.. o valor…

DANIEL: os preços adequados…

RICARDO COUTINHO: É, adequados…

DANIEL: Pra não ter problema nenhum, pra não ter problema nenhum Tá bom?


RECOMENDADO PELO GOOGLE:

Deixe uma resposta