Calvário: Fantástico foi didático e mostrou podridão no submundo do Palácio da Redenção

O programa Fantástico, da Rede Globo, neste domingo (22), não trouxe tantas novidades quanto se esperava, mas foi didático e preciso ao revelar que o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), levava uma vida de luxo, com shows, viagens e uma verdadeira montanha  de dinheiro, às custas de propina das Organizações Sociais (OSs).

Daniel, o delator da Cruz Vermelha, foi claro e não deixou dúvidas sobre quem é o chefe da Organização Criminosa – Ricardo Coutinho. Nos áudios revelou o repasse de duas propinas de R$ 1,5 milhão para o então governador. E Ricardo pediu dinheiro, sim! Não dá pra negar, né?

Livânia, ex-secretária superpoderosa do governo contou que entregou nas mãos de Ricardo uma caixa com R$ 800 mil e outra com R$ 1 milhão.

E como negar os repasses de Daniel? Que diabos de fornecedor conversa com um gestor sobre o envio mensal de dinheiro. Como Ricardo vai explicar isso? O nome disso é propina e neste sentido a matéria foi claríssima.  

Quanto ao governador João Azevedo as ajudas pra campanha e a suposta promessa de expandir a ação das OSs é algo comprometedor. Já as investigações contra o governador e os conselheiros do TCE no STJ são nitroglicerina para um governo que vem findando o ano em uma tempestade permanente.

Pra completar, a matéria mostra casos absurdos de superfaturamento, chegando a 400%, na Educação, como nas agendas escolares. E coloca o povo para dizer se a Saúde é essa “beleza” que o governador diz ser.

Pois é, foi de chorar…

Mais nojo só na matéria divulgada estrategicamente no site UOL, onde Ricardo se compara, demonstrando traços de megalomania, ao ex-presidente Lula. Critica delações e fala que não existem provas. Quanto a live no instagram? Não perdi tempo. Li as peças jurídicas e prefiro acreditar no que dizem e provam os homens da Lei.

Ricardo tenta, tenta, tenta, mas só faz criticar as gravações, mas pense comigo. “Se o que você fala não vale nada. Você é que não vale”!

RECOMENDADO PELO GOOGLE:

Deixe uma resposta