Vinhos do mesmo barril: “Não é o momento” de acreditar em rompimento

Ao que parece, apesar de pertencerem a safras diferentes, o ex-governador, Ricardo Coutinho (PSB) e o atual, João Azevedo (mesmo partido), são “vinhos do mesmo barril”.

Enquanto a mídia propaga o “rompimento”, Azevedo fala em “seguir com o projeto”, mostrando que a tal “crise” pode mesmo ser “para inglês ver”, Azevedo declarou durante visita à cidade de Cajazeiras nesta sexta-feira (20), que não tem a pretensão nem tampouco avalia o momento como sendo o ideal para uma possível migração de partido.

“Alguns partidos nos procuraram se colocando à disposição, mas evidentemente este não é o momento, eu não tenho essa pretensão nem a intenção de tá mudando de partido agora, a não ser efetivamente que os fatos que venham ocorrer nos próximos dias possam levar a isso” declarou.

Ao que parece, não é momento de acreditar em João.

RECOMENDADO PELO GOOGLE:

1 comentário em “Vinhos do mesmo barril: “Não é o momento” de acreditar em rompimento

Deixe uma resposta