Luciano Cartaxo tem tudo para fazer seu sucessor, o problema é quem será o escolhido

Com uma gestão que ostenta excelentes números e resultados inquestionáveis em diversas áreas, o carismático prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), certamente colocará o nome que lançar como sucessor, em plenas condições de disputa pelo Executivo municipal em 2020, mas quem será o escolhido?

Há alguns meses, apenas o secretário Diego Tavares parecia figurar na lista de possíveis candidatos, mas de lá pra cá vários nomes surgiram e é bom que o prefeito trate de conduzir este debate com muita cautela para que o ciúmes de A ou B não contamine suas bases.

Na Câmara Municipal de João Pessoa vários vereadores já manifestaram interesse na disputa: Marcos Vinícius, Helton Renê e Milanez Neto não escondem de ninguém o desejo de concorrer a PMJP. O ex-governador, ex-senador e ex-prefeito, Cícero Lucena, nega que uma nova eleição esteja em seus planos, mas é citado frequentemente. O vice-prefeito, Manoel Junior fala como candidato. Pedro Cunha Lima é apontado em redes sociais como opção e por aí vai…

Com tudo a seu favor, Luciano terá o “voto de Minerva” na hora de escolher seu candidato, mas deve estar atento às ondas que interferem diretamente nos pleitos de todo País. Afinal, gostem ou não a Paraíba costuma seguir invariavelmente os posicionamentos da esfera nacional, mesmo que seja com algum delay. Desta forma um nome com perfil conservador poderia, em tese, ter vantagem na disputa, mas independente disso só de ser “o candidato de Cartaxo” o nome escolhido larga muito bem. 

Outro item extremamente relevante neste debate sobre 2020 é a, já dada como certa, fragmentação do PSB. A suposta crise entre o governador João Azevedo e o ex governador Ricardo Coutinho pode acabar com a expectativa de Poder da oposição, reduzindo o bloco dos girassóis apenas mais um na disputa.

Ou seja, se conseguir manter seu bloco unido, Cartaxo poderá eleger seu sucessor e garantir inclusive um trampolim para outros voos, mas isso é assunto pra outro artigo…

RECOMENDADO PELO GOOGLE:

Deixe uma resposta