Problemas financeiros: mulher que acusa Neymar de estupro estava com ordem de despejo por dívidas de R$ 30 mil em aluguéis


A modelo, Najila Trindade Mendes de Souza, que acusa o jogador Neymar de estupro não estava em um bom momento com relação a suas finanças, principalmente após o juiz, Luiz Raphael Nardy Lencioni Valdez, da 6ª Vara Cível de Santo Amaro/SP, a condená-la à revelia, por conta de aluguéis atrasados desde agosto de 2018.

A modelo ainda foi condenada a pagar o valor de R$ 26.712,00, acrescidos de multa de três meses de aluguel, além de custos processuais, somando mais de R$ 30 mil.

A ação foi promovida por Marcus Viniccius Picconi e Verena Regina Fiori Ferreira, proprietários do imóvel, e distribuída em 19 de março de 2019.

Najila também foi acionada judicialmente pela Escola Panamericana de Artes, onde tem uma dívida de R$ 4.160,77 reais, mas os oficiais de justiça ainda não conseguiram citá-la.

RECOMENDADO PELO GOOGLE:

3 comentário em “Problemas financeiros: mulher que acusa Neymar de estupro estava com ordem de despejo por dívidas de R$ 30 mil em aluguéis

Deixe uma resposta