João Azevedo já admite que torce para nova Previdência incluir Estados e municípios

O governador da Paraíba, João Azevedo (PSB), finalmente admitiu em público que está de dedos cruzados para que o texto que será apresentado na Comissão Especial da Reforma da Previdência inclua Estados e municípios.

Com um rombo de R$ 1,2 bilhões ao ano, a PBPREV (previdência estadual) precisa desesperadamente de fôlego e na hipótese do governo não incluir Estados e municípios na reforma, os governadores seriam obrigados a fazer suas próprias reformas, pagando o preço político das duras medidas de ajuste.

Apesar de criticar alguns pontos da proposta da nova Previdência apresentada pelo governo federal, a exemplo do texto que trata dos benefícios dos trabalhadores rurais, o governador defendeu a manutenção dos Estados na reforma, que será votada no Congresso.

“Os Estados precisam estar na reforma, caso contrário teremos uma previdência diferente para cada estado, isso não pode ser possível. Acho que é preciso manter estados até porque poucas alterações processarão nos estados, a grande maioria tomou providências com relação a suas próprias previdências internas”, disse Azevêdo.

RECOMENDADO PELO GOOGLE:

Deixe uma resposta