Fake audiência: a ilusão do mundo digital


Por Alek Maracajá

No universo das redes sociais, quem tem seguidores tem tudo, certo? Errado. Seja para um usuário comum, cuja vaidade é ter um número enorme de seguidores, seja para os Digital Influencers ou sites de notícias, para os quais o volume de seguidores é praticamente uma validação do seu trabalho, a tentação de buscar mecanismos que ajudem a alavancar esses números é grande. Então, até que ponto podemos confiar nos números das redes sociais? E até que ponto devemos nos deixar influenciar por eles? Será que o maior influenciador é aquele com mais seguidores? E o melhor portal de notícias?

Pois eu garanto a vc que a facilidade em “gerar audiência” é capaz de tornar um perfil tão fake quanto as fake news. Essa busca desenfreada por audiência nas redes sociais, blogs, portais e sites de notícias acaba levando a uma série de enganos que só prejudicam a independência do meio digital.

Quando nos deparamos com um perfil repleto de seguidores ou mesmo com uma hastag nos trending topics do twitter, nossa primeira impressão é validar o perfil ou a hastag com base nesses números. Porém, números que são comprados através da fake audiência garantem apenas uma audiência de robôs, que geram tanta interação quanto uma folha de palmeira.

Para buscar essa fake audiência no twitter, por exemplo, é montado um verdadeiro exército de computadores conectados a uma estrutura de VPNs com IPs de vários países. A partir daí são criados centenas de perfis falsos que disparam tweets com a intenção de gerar trend topics até chegar ao público alvo.

Já nas redes sociais seguidores e likes são vertidos para as redes sociais em ‘pacotes’ que também contemplam visitantes em sites, portais e blogs a partir de R$ 50. Segundo as empresas que ofertam o serviço, a promessa é gerar um fluxo de até 500 mil visitantes num único mês.

Mas do que adianta ter um verdadeiro exército de seguidores se não existe engajamento? Se você é daqueles que só olha o número de followers, melhor começar a prestar atenção num número muito mais interessante: o engajamento. E nem precisa ser o mestre das métricas para identificar o real comportamento dos seguidores de um determinado perfil, basta dar uma olhada no volume de interação. É óbvio que se um perfil tem 27 mil seguidores e uma média de interação de 50 pessoas por postagem existe algo de muito errado nisso.

Meu conselho é que fiquemos mais atentos aos pequenos detalhes, ao engajamento e à qualidade do conteúdo, deixando em segundo plano a quantidade de followers/seguidores. Só assim vamos criar uma maior consciência sobre a informação que estamos consumindo sem nos deixar enganar pela massificação robótica por trás da fake audiência.

@AlekMaracaja

RECOMENDADO PELO GOOGLE:

Deixe uma resposta