Descriminalização das drogas: não será dessa vez

Com julgamento previsto para o próximo dia 5, a descriminalização ao menos do porte de maconha deve ser retirada de pauta por decisão do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli.

Mesmo com chances reais de ser aprovada pela Corte, a votação da descriminalização, que já conta com 03 votos favoráveis, não deve chegar a Plenário devido a projeto de Lei, já aprovado pela Câmara e Senado, que trata objetivamente da criminalização e altera pontos da política nacional antidrogas.

Experiência do Uruguai e alívio na PF

A Polícia Federal não trata do assunto publicamente, mas vários delegados e agentes manifestam preocupação com a hipótese de descriminalização da maconha devido a experiência do Uruguai.

No nosso vizinho a legalização acabou reduzindo o mercado negro da droga, criando uma verdadeira guerra entre as quadrilhas de traficantes. O resultado foi um aumento de 66% na taxa de homicídios no primeiro semestre de 2018.

Para a maior parte dos quadros da PF a descriminalização não acabaria com o tráfico e o exemplo citado é o do cigarro, frequentemente contrabandeado e responsável por conflitos violentos na fronteira.

RECOMENDADO PELO GOOGLE:

Deixe uma resposta