Irmã de assessora de Gilberto e suposta operadora promovia até festinhas de aniversário para Livânia

O blog do Helder Moura trouxe a noticia de que as investigações do Gaeco em torno de personagens secundários, do esquema criminoso desbaratado pela Operação Calvário infiltrado na Cruz Vermelha gaúcha, avançaram após o depoimento de Maria Laura Caldas de Almeida Carneiro. Há informações, não oficializadas, que uma irmã de Laura (Célia) trabalhava como secretária particular de Livânia Farias. Inclusive para promover festinhas de aniversário.

Além dos depoimentos, há postagens na Internet, como um inocente registro do ex-secretário Fábio Maia, numa rede social, de uma festa de aniversário de Livânia Farias e Gilberto Carneiro, realizada no Espaço Beach recepções, em Intermares, com várias atrações, até mesmo uma banda de rock, Prima Facie.

Entre os convivas, além dos aniversariantes e do próprio Fábio Maia, o assessor Marcos Cavalcanti (Procuradoria Geral do Estado), Agamenon Vieira (Detran), Emília Correia Lima (Cehap), e o então candidato João Azevedo acompanhado da esposa.

Há indícios de que a festa foi organizada por Célia Caldas, irmão de Laura. O Ministério Público investiga quem teria bancado o “investimento”, com bebidas, comidas, aluguel e atrações, porque a suspeita é que tenha sido oriundo de propina. A festa teria um orçamento de R$ 40 a R$ 50 mil.

Deixe uma resposta