Com aprovação histórica e um “partido pra chamar de seu”, Romero passeia em “céu de brigadeiro”

Diante de uma aprovação superior a 90% em Campina Grande, o prefeito Romero Rodrigues, agora no PSD, está vivendo o que se costuma chamar de “céu de brigadeiro”. O gestor da Rainha da Borborema praticamente não sofre oposição em Campina, tem uma relação pra lá de harmoniosa com seu grupo político e é visto por aliados como um nome competitivo para 2022.

Romero Rodrigues (PSD)

E 2020? Romero não possui qualquer preocupação. O prefeito terá entre as opções: Bruno Cunha Lima (Solidariedade), os deputados estaduais Tovar (PSDB) e Manoel Ludgério (PSD). Além, do deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB). Cabe a estes nomes construir bases sólidas para mostrar que são competitivos e confiáveis (entenda-se oposicionistas de fato ao atual Governo do Estado).

Engana-se quem aposta em qualquer rusga na relação entre o grupo do ex-senador, Cássio Cunha Lima (PSDB) e o prefeito campinense. A relação nunca esteve tão sólida.   

Deixe uma resposta