Colaboração de Livânia inaugura nova fase da “Calvário” e Juíza dá pistas do que pode ser a “delação do fim do mundo”

O desejo de ganhar liberdade e colaborar com as investigações do MPPB (Ministério Público da Paraíba) na Operação Calvário, após mais de 30 dias presa, fez a ex-secretária de Administração da Paraíba, Livânia Farias, dar detalhes do funcionamento da organização criminosa que desviava dinheiro no Estado.

O problema é que em meio ao desespero de se livrar da cadeia, Livânia poderá ter falado muito mais que apenas fatos relacionados a Cruz Vermelha.

“As circunstâncias indicam gravidade dos fatos que envolvem o próprio Governo da Paraíba, em sentido amplo”, diz a decisão que libertou Livânia. Pra bom entendedor…

Deixe uma resposta