Após 3º caso de malária PB, não se pode mais ignorar necessidade de medidas de contenção da doença

O terceiro caso de malária na Paraíba, em 2019, foi confirmado pelo Hospital Universitário (HU) Lauro Wanderley, em João Pessoa, nesta quinta-feira (11). O diagnóstico foi feito por meio de um teste rápido, entretanto, o tipo de malária não foi identificado e, por isso, outros exames devem ser realizados.

De acordo com a assessoria de imprensa do HU, a paciente tem 40 anos, mora no bairro de Jacumã, no Conde, e apresentava sintomas há cerca de semana, porém só procurou a unidade de saúde nesta quarta-feira.

O primeiro caso da doença no estado, este ano, foi constatado em uma mulher, de 35 anos, moradora do município do Conde, na Região Metropolitana da capital paraibana. Ela foi internada no mesmo hospital no dia 29 de março e, após passar por tratamento, recebeu alta no dia 9 de abril.

Já o segundo caso, foi diagnosticado em um homem, de 53 anos, que deu entrada inicialmente no Hospital de Ortotrauma de Mangabeira e, depois, foi transferido para o HU no dia 5 de abril, quando exames confirmaram a suspeita. Ele mora no município de Tavares, mas trabalha no Conde, segundo a Secretaria de Estado da Saúde e a Secretaria de Saúde do Conte.

Tendo em vista que já é o terceiro caso em uma área turística do Estado, não é mais possível ignorar a necessidade de medidas de contenção da doença.

Deixe uma resposta